Momento Nostalgia: A imortalidade de Saint Seiya


9 Flares Facebook 4 Twitter 3 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 9 Flares ×

guest_post_momento_nostalgia_cavaleiros_do_zodiaco_01.2013.03.27

Provavelmente só quem nasceu no final dos anos 80 saberá do que se trata Saint Seiya. O mangá e anime japonês que virou mania no Brasil na década de 90, conhecido como Os Cavaleiros do Zodíaco, fizeram parte da infância de muitos meninos e meninas que hoje estão chegando aos 30 anos. Contudo, a passagem para a vida adulta não deixou de lado a paixão pelos inesquecíveis personagens como os Cavaleiros de Ouro, Cavaleiros Negros, Cavaleiros Fantasmas, os Deuses e até mesmo os Anjos da Morte. Hoje, os fãs do anime se reúnem e se distribuem em fãs clubes, onde trocam informações, produtos como jogos e brinquedos e, muitos desses brinquedos, são verdadeiras raridades. Muitos dos produtos desenvolvidos hoje são criados especialmente para esse público que cresceu com Os Cavaleiros do Zodíaco.

O autor, Masami Kurumada, começou a escrever a série do mangá Saint Seya em 1986 e, devido ao sucesso no Japão no mesmo ano de sua criação foi lançada a versão em anime. Tanto o mangá, quanto o anime foram divididos em sagas e com toda a sua repercussão, foram criadas também três curtas metragens e um longa metragem. A grande decepção dos fãs na época da criação do desenho foi a saga de Hades não ter sido produzida em anime, considerada por muitos fãs uma das melhores. Muitos dizem que isso aconteceu devido a problemas de Masami Kurumada com a produtora Toei Animation. Somente em novembro de 2002 é que a mesma produtora lançou o primeiro episódio da saga de Hades, feito diretamente para vídeo/DVD (não sendo exibido como um episódio de série de TV).

No auge do sucesso no Brasil, por volta de 1995, os Cavaleiros do Zodíaco fizeram a cabeça da criançada e foi tema de muitos aniversários, onde copos, pratos, guardanapos, chapéu, cenários, convites, balões, ganharam imagens e símbolos do anime. Muitas empresas especializadas lançaram nessa época artigos para festas infantis. E para ter ideia do sucesso, o site de fãs Cavaleiro do Zodíaco destaca como registro importante da época a revista Recorte e Monte – Os Cavaleiros do Zodíaco – Festa de Aniversário – nº 1 (1995), da Editora Quadrimix, que ensinava a elaborar uma festa com o tema de maneira artesanal.

Além do sucesso das festas, há muitas outras criações envolvendo a série como no mundo dos games. Uma das mais recentes é o lançamento da versão de colecionador do game Os Cavaleiros do Zodíaco: Batalha do Santuário para o Playstation 3. O lançamento do jogo em português no Brasil aconteceu no dia 15 de junho de 2012, no Shopping Center Norte, na Capital Paulista. Foram aproximadamente 300 pessoas presente no auditório lotado da livraria que os recebeu. Na ocasião houve também um Pocket Show com o cantor Rodrigo Rossi, que interpretou as músicas da série.

guest_post_momento_nostalgia_cavaleiros_do_zodiaco_02.2013.03.27

O jogo Os Cavaleiros do Zodíaco Ômega: Cosmo Final (Saint Seiya Omega: Ultimate Cosmo), também é outro lançamento recente, lançado em 29 de novembro do ano passado pela Bandai/Namco. No game, os Cavaleiros de Bronze tem como inimigo Poseidon e para chegar até ele, Kouga e os outros enfrentam os Marcianos, o General Marina Sorento de Sirene e os Cavaleiros de Ouro, recuperando as pedras que representam as escamas marinhas, as Aqua Drops e, assim, liberar a Escama de Tritão.

São 18 personagens e a história acontece na Ilha de Thalassa. Os personagens do jogo são: Micenas de Leão, Kouga de Pégaso, Souma de Leão Menor, Gembu de Libra, Haruto de Lobo, Eden de Orion, Shun de Andrômeda, Ryuhou de Dragão, Ionia de Capricórnio, Seiya de Sagitário, Ichi de Hidra, Yuna de Águia, Kiki de Áries, Pavlin de Pavão, Sorento de SireneShina de Cobra, Sonia de Vespa e deus Poseidon, além de mais cinco especiais que são os cinco Cavaleiros de Bronze.