Alice no país das maravilhas macabra, por Omri Koresh 1


6 Flares Facebook 0 Twitter 4 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 6 Flares ×

Preciso dizer que fiz o texto para esse post duas vezes (sou sincera demais para enganar vocês e achei que fosse ficar interessante introduzir o texto dessa forma)! Foi a primeira vez que eu tive o contato com Alice, cachinhos dourados, dessa forma! E achei super ousado da parte do Omri Koresh criar e ilustrar a Alice dessa forma!

Depois que terminei o primeiro texto e mostrei o post para meu digníssimo que ele (que sabe tudo do mundo dos jogos, claro) me mostrou um video no Youtube algo muito interessante e semelhante as artes de Omri Koresh, se tratava de um jogo, o Alice: Madness Returns  (acho que esse foi o texto mais próximo que cheguei com relação a games, um dia eu chego lá), e fiquei ainda mais surpresa, acho fantástico quando um artista se baseia em uma outra obra que se baseia em outra e vai gerando uma série de artes e com significados históricos. Lindo!

E assim a nossa semana continua, com muita inspiração artística! 😉

alice___cheshire_by_0mri-d3nlyur_by_Omri-Koresh600_5441

alice-madness-returns_by_Omri-Koresh600_426

alice+clock_by_Omri-Koresh600_415

but-your-grins-a-comfort_by_Omri-Koresh600_3641

dark-wonderland-s_by_Omri-Koresh600_7891 (1)

duchess_by_Omri-Koresh600_4031

flying-on-wings-of-steam_by_Omri-Koresh600_3551

hatter-s_by_Omri-Koresh600_7501

st-alice-s_by_Omri-Koresh600_7651

vale-of-tears-s_by_Omri-Koresh600_409

were-all-mad-here_by_Omri-Koresh600_446

 

Para saber mais sobre o trabalho de Omri Koresh, clique aqui e para mais ilustrações clique aqui.


Sobre Helosa Araújo

Graduada em Publicidade e Propaganda e especialista em Moda e Comunicação pela Universidade de Fortaleza, eterna estudante e pesquisadora (tendo como principais temas a fotografia, sociedade, cultura e etnias) e dona do blog Tem Na Fotografia. Teve seu primeiro contato com a fotografia (propriamente dita) em 2005 e depois de trabalhar em vários setores da comunicação se entregou aos clicks em 2007 e hoje não sabe ver uma cena sem um determinado olhar crítico pensando em uma forma de enquadrá-la. Profissionalmente falando, Helosa vivia dividida entre várias categorias da fotografia, passeou como freelancer pela fotografia Social, de Moda, Publicitária, Newborn e Documental, hoje, repórter fotográfica do jornal Diário do Nordeste tenta cumprir o seu papel de comunicadora visual usando a fotografia como sua principal ferramenta.

  • O jogo lançou há mais de 1 ano, mesmo assim as ilustrações ficaram originais e criativas, ficou muito legal, talvez o jogo tivesse ficado melhor ainda com esse ponto de vista.