The Last Guardian perdeu a marca registrada. Don’t Panic!


15 Flares Facebook 9 Twitter 4 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 15 Flares ×

igor_queiroz_the_last_guardian.13.08

Nunca antes na história da indústria de jogos eletrônicos um jogo gerou tanta expectativa e tantos atrasos quanto The Last Guardian, que lá no início se chamava Project Trico (isso, claro, se desconsiderarmos o Diablo III). O jogo que está sendo desenvolvido pelo já icônico time, Team Ico (tudum tzzz), já sofreu duas grandes perdas durante o seu tempo de desenvolvimento, sendo elas o produtor Yoshifusa Hayama e o próprio game designer, Fumito Ueda (o gênio por trás das obras primas Ico e Shadow of the Colossus).

Dentro desse cenário, há um medo gigantesco de que o projeto vá para as cucuias, já que nem mesmo na E3 2012 foi mostrado algo novo sobre ele. E agora, para piorar mais ainda a situação do projeto, surgiu uma notícia de que a Sony teria perdido a marca registrada The Last Guardian. Mas calma lá, isso não significa que o jogo será cancelado, pelo menos não por conta disso. O site gameinformer.com entrou em contato com um advogado especialista em propriedade intelectual, e ele esclareceu algumas coisas a respeito do que realmente está acontecendo com a marca registrada em questão.

Pulando o juridiquês e coisas do tipo, a verdade é que a Sony havia registrado uma intenção-de-uso de marca registrada. Mas como funciona isso, tio Igor? Bem, não sei como funciona aqui no Brasil, ou sequer se há algo semelhante a isso, mas lá pelas terras do tio Obama, isso significa que a Sony deixou registrado juridicamente que possui intenções de utilizar essa marca comercialmente, apenas não ainda. Acontece que a Sony precisa submeter ao PTO (United States Patent and Trademark Office), em uma certa quantidade de tempo (normalmente um ano), uma declaração de que eles estão utilizando a marca comercialmente. Como vocês podem perceber, ainda não é o caso de The Last Guardian. Então… né?

Eric Chad, (o advogado contato pelo Game Informer), deixou claro que isso não significa que The Last Guardian não venha a nascer, até porque a Sony poderia muito bem lançá-lo sem registrar a marca. Porém, no entanto, contudo e todavia, se nos próximos meses a Sony não “re-registrar” a sua marca e renovar seus votos de fé com um infindável número de fãs ensandecidos, pode ser que isso signifique o pior. Mas como disse no título do post, don’t panic! O site gamesbeat.com entrou em contato com o diretor de publicidade de produtos da Sony, Ron Eagle (meu chará), e o mesmo afirmou que o jogo continua em desenvolvimento e que será produzido. Esse que vos escreve só teve a oportunidade de jogar o segundo jogo do Team Ico, e se sente uma pessoa agraciada pelos deuses por ter vivido o bastante para poder jogar essa experiência tão sublime. Que venha The Last Guardian ou outro novo nome qualquer dado ao jogo do moleque e do .

[via GameInformer e GamesBeat]