Crianças, ontem a Atari comemorou os seus 40 aninhos de idade! Viva!


11 Flares Facebook 3 Twitter 6 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 11 Flares ×

Salve Salve, nerdalhada! Parece que foi ontem, mas nem foi. Na verdade foi há 40 anos que a Atari Inc. foi fundada pelo Nolan Bushnell e Ted Dabney, os mesmos criadores do clássico Pong. A Atari é indubitavelmente conhecida por ter sido pioneira na criação dos arcades e consoles. Tudo isso que você tem hoje, se deve (E MUITO!) pela existência dessa nobre empresa. Portanto, se você se acha o tal rebolando na frente da sua TV jogando no seu Xbox 360 com Kinect, e acha os jogos da geração passada ‘ridjículosss‘, lembre-se que para você poder pagar esse mico, primeiro tivemos que passar por tempos sombrios onde um joystick tinha uma longevidade menor do que a de uma mosca, e gráficos era algo quase abstrato.

É verdade que a Atari hoje em dia, não é 1% do que ela já foi outrora, mas lá pelas décadas de 70 à 80, foi ela que dominou com mão de ferro o mercado de jogos eletrônicos. Isso graças aos seus milhões de arcades espalhados pelo mundo rodando Pong, e posteriormente com o seu console Atari 2600 (que primeiramente foi chamado de Atari Video Computer Sytem ou apenas VCS). Ao longo da sua existência, a Atari passou pelas mãos de várias empresas, até ser a empresa desenvolvedora de software que é hoje.

igor_queiroz_atari_2600.28.06

Atari 2600

Durante o famoso “crash dos videogames de 1983” , a Atari e a Magnavox (empresa que criou o Magnavox Odyssey) foram as únicas que conseguiram resistir ao caos que se tornou a indústria de desenvolvimento de jogos mundial. Resistiram sim, mas não sem sofrer sérios problemas financeiros. Para vocês terem uma ideia, o preço das ações da Warner Communications (que era a atual dona da marca Atari) caíram de U$ 60 dólares para meros U$ 20 dólares. Isso gerou um prejuízo para a empresa de U$ 500 milhões de dólares. A Atari que estava envolvida com as negociações do console Famicom (que aqui no Ocidente ficou conhecido como NES), acabou não conseguindo fechar negócio e a Nintendo seguiu alegre e sorridente sozinha, com seu novo console que desbravou a crise de 83 com o seu Super Mario Bros, que em 1985 penetrou no mercado americano como se não houvesse amanhã.

A última tentativa da já fragilizada Atari no campo dos consoles foi o seu revolucionário Atari Jaguar, que já pertencia a 5ª geração dos consoles, e já possuía 64-bit. Infelizmente nem toda a potência do console da Atari foi suficiente para reerguer a empresa, e as vendas do seu último console foram irrisórias (ou risíveis, se você gostar de um humor negro), que não chegaram a alcançar 250 mil cópias vendidas. Daí para frente, a empresa foi vendida a preço de bana para a Hasbro Interactive em 1998 por apenas U$ 5 milhões de dólares, mas no ano de 2000 o novo dono da marca passou a ser a publicadora de softwares francesa, Infogrames Interactive, que comprou a Hasbro Interactive.

igor_queiroz_atari_jaguar.28.06

Atari Jaguar

É importante saber que nesse ponto, a empresa já estava fracionada em uma verdadeira sopa de letrinhas, tendo as divisões Atari Inc., Atari Interactive, Atari Europe, e fica até difícil dizer o que diabos é a Atari hoje em dia. Para encurtar a história, em 2009 a Infogrames Interactive, que era dona a Atari Inc. e da Atari Interactive, resolveu mudar o seu nome para Atari, SA. A última grande surpresa da empresa, foi que no ano de 2010, o ex cofundador da Atari, Nolan Bushnell, que havia saído lá no ano de 1978, depois de ter vendido a empresa para a Warner Communications por um valor estimado de U$28 à U$32 milhões de dólares no ano de 1976, acabou retornando para a empresa para assumir o cargo de CEO, substituindo o antigo CEO David Gardner, que havia pedido demissão.

Talvez você leitor, não entenda a importância que a Atari tem para a história dos videogames, mas saiba que sem ela, muito do que você conhece hoje simplesmente não existiria. Vida longa a sofrida empresa. Esse que vos escreve, lembra vagamente das saudosas partidas de Enduro e River Raid.