Alcatraz chega ao fim de sua primeira temporada. Veja análise!


13 Flares Facebook 2 Twitter 7 Google+ 4 Pin It Share 0 Email -- 13 Flares ×

igor_queiroz_alcatraz_tv_series_topo.04.05

Como prometido, venho aqui fazer uma análise do que foi a primeira temporada de Alcatraz, nova série de J.J. Abrams que veio cheia de promessas. Mas e aí? A série conseguiu vingar todas as suas promessas ou é apenas mais um novo fracasso televisivo?

Pois bem, quando falei sobre a estreia de Alcatraz aqui, estava realmente empolgado com a possibilidade de ver Jorge Garcia atuando novamente, ouvir mais uma boa trilha sonora feita pelo mestre Michael Giacchino e desvendar os mais novos mistérios criados a exaustão pelo J.J. Abrams. E eu estava tão empolgado que cheguei a sugerir que Alcatraz poderia ser inclusive uma série a assumir o título de substituta de Lost.

Pelo tom do texto, você já deve ter percebido que a minha opinião não é exatamente favorável a série. Então você deve estar se perguntando: E o que deu errado, tio Igor? Bem, primeiro queria dizer que ao contrário de Lost, que era uma série totalmente baseada em cliffhangers, Alcatraz assume uma característica mais próxima de Fringe, onde cada episódio tem um caso, e invariavelmente esse caso é solucionado ao final do episódio.

Essa fórmula já está batida e o público americano é exigente, e isso fez com que rapidamente a audiência caísse vertiginosamente, passando de pouco mais de 10 milhões de telespectadores na estreia da série, para meros 4,7 milhões de espectadores na season finale. Eu disse que o público americano é exigente, porque é a audiência americana que define se a série vai ter continuidade ou não, e pela baixa audiência da série, é bem provável que a qualquer momento anunciem o seu cancelamento.

O mais interessante é ver que a série tem potencial. A química entre o personagem de Sarah Jones (Rebecca Madsen) e Jorge Garcia (Dr. Diego Soto) é bem bacana, o personagem de Sam Neill (Emerson Hauser) também se encaixou bem ao contexto da série, assim como boa parte dos personagens secundários dos prisioneiros. Mas o que mais deixou a desejar na série foi o roteiro. Faltou originalidade, e momentos clichês ocorrem aos montes ao longo dos 13 episódios da primeira temporada.

Ainda é cedo para afirmar que Alcatraz será cancelada, mas tudo leva a crer que o destino dessa nova série é a morte prematura. Alguns andam comparando Alcatraz com FlashForward e The Event. Eu particularmente vejo uma distância abissal entre Alcatraz e essas outras duas séries no que se refere a qualidade. Só em lembrar da atuação pífia do casal ternura de The Event, me faz ficar enjoado.

No final das contas, a tal substituta de Lost ainda não apareceu, e agora aprendi que fazer essa comparação com qualquer outra nova série baseada em mistérios, tende a funcionar como uma espécie de maldição. E se esse termo ainda não existe, agora eu crio: A Maldição de Lost!

Na sequência, veja algumas fotos que a atriz Sarah Jones e o ator Jorge Garcia tiraram lá na Comic Con 2011 de forma um tanto quanto irreverente. 😀

igor_queiroz_alcatraz_tv_series_momento_irreverente_jorge_garcia_sarah_jones_01.04.05

igor_queiroz_alcatraz_tv_series_momento_irreverente_jorge_garcia_sarah_jones_02.04.05

igor_queiroz_alcatraz_tv_series_momento_irreverente_jorge_garcia_sarah_jones_03.04.05