O alto custo de ser um desenvolvedor de jogos independente


11 Flares Facebook 1 Twitter 8 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 11 Flares ×

A primeira coisa que passa pela cabeça de quem está querendo enveredar pela incerta carreira de desenvolvedor independente de games, é que o seu primeiro jogo lhe trará sucesso, fortuna e fama. Acontece que a realidade (ah, maldita realidade) é bem mais cruel e traiçoeira, e é bom não se enganar achando que, em seu primeiro jogo, você será o próximo Markus “Notch” Persson ou o lunático do Phil Fish.

igor_queiroz_indie_game_developer_guy.24.04

Na vida real, você vai se ver tirando grana das próprias economias, fazendo compras em cartão de crédito, para no final das contas ter um lucro pífio e inexpressivo. A Cipher Prime empresa indie especializada em jogos musicais, vive essa triste realidade. Ela então resolveu mostrar um infográfico ilustrando onde 15 mil dólares vão parar todo mês.

O primeiro jogo da Cipher Prime foi um jogo em Flash chamado Auditorium, que teve uma crítica bastante positiva, fazendo com que a empresa ganhasse vários prêmios por ele. No mês passado, a empresa resolveu apostar as fichas no serviço de crowdfunding Kickstarter para criar a continuação de Auditorium, Auditorium 2: Duet, almejando o valor de 60 mil dólares, e felizmente eles conseguiram atingir o valor de pouco mais de 71 mil dólares.

igor_queiroz_indie_game_developer_meme.24.04

Segundo o gráfico abaixo, 60 mil dólares só conseguem custear menos de 4 meses de trabalho da empresa. Então, pequenos amigos, se por alguma razão você resolveu ganhar a vida com gamedev, é bom ter em mente que a vida de um desenvolvedor independente não é fácil. Quero deixar claro que não quero desestimular ninguém com esse artigo, apenas alertá-los para que tenham o pé no chão na hora de investir nesse mercado. Boa sorte a todos! 😀

igor_queiroz_grafico_indie_game_life.24.04

[via GameBeat]