Agora vai: Kaz Hirai é o novo presidente da Sony


6 Flares Facebook 0 Twitter 4 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 6 Flares ×

igorqueiroz_kaz_hirai.02.02
Apesar de já ter noticiado aqui sobre isso, agora a Sony finalmente confirmou o que antes eram apenas rumores. Kazuo Hirai irá realmente presidir a gigante japonesa da tecnologia.

Kaz Hirai (como é mais conhecido), que é bastante creditado pelo sucesso da marca Playstation nos Estados Unidos, com sua forma agressiva de fazer propaganda, assumirá a nova posição de presidente e CEO da Sony no dia 1º de Abril de 2012. Enquanto isso, Howard Stringer, o atual CEO, assumirá a posição de presidente do Conselho Administrativo da Sony apenas em Junho de 2012, até lá ele continuará como presidente executivo.

A decisão, no entanto, não é surpresa para ninguém, posto a sequência de promoções que Hirai vem recebendo desde o ano passado. Segundo Stringer, a Sony já vinha considerando a nova posição de Hirai desde 2009.

Kaz é um executivo globalmente focado para os quais a tecnologia e a nuvem são território familiar, o conteúdo é altamente valorizado e transformação digital é uma segunda natureza. Eu acredito que sua cabeça dura e habilidades de liderança serão de grande benefício para a empresa e seus clientes nos próximos meses e anos vindouros.
Estou ansioso para ajudar Kaz em todos os sentidos que puder para que a sucessão leve inevitavelmente ao sucesso.
Foi uma honra recomendá-lo ao Conselho para os cargos de Presidente e CEO, porque ele está pronto para liderar,
e o tempo para fazer essa mudança é agora.

Kaz diz que reconhece que a Sony está passando por tempos desafiadores, e parabeniza Stringer por ter mantido o barco, e que agora irá dirigir as atenções da empresa para os seus produtos de núcleo: primeiramente imagens digitais, smartphones, e jogos.

Lembrando que Hirai conseguiu introduzir nos Estados Unidos a marca Playstation em um mercado de extremo risco, e ainda conseguiu repetir a dose com o Playstation 2 que acabou se tornando o videogame mais vendido da história. Tem como não confiar na competência dele?

[via Engadget]