Old School: Suikoden II 5


igorqueiroz_suikoden_2_01.29.02

Suikoden II é o típico caso de um JRPG que não cai na graça da maioria dos jogadores, por ter gráficos relativamente mal feitos, e efeitos sonoros bem abaixo da média. Mas será que por trás disso reside uma excelente experiência, ou o jogo é tão ruim quanto seus gráficos?

Desde que joguei Final Fantasy VII, JRPG passou a ser meu estilo de jogo predileto, e durante toda a minha vida, posso dizer que já joguei vários deles. Suikoden II foi mais um dos que tive o prazer de jogar por horas a fio, e vou lhes contar, independente da qualidade gráfica, o jogo está na minha seleta lista de melhores JRPGs EVER!

igorqueiroz_suikoden_2_04.29.02

Na minha humilde opinião, o que faz um JRPG ser realmente bom, é ter uma história bem desenvolvida e sólida. Quando se joga muitos títulos do gênero, é inevitável começar a se sentir saturado dos inúmeros clichês e fórmulas genéricas. Se pegarmos personagens caracterizados como animes, mascotes fofinhos, o complexo de Hiro Nakamura e um vilão megalomaníaco/louco/genocida/andrógino, temos aí a fórmula genérica da maioria dos JRPGs. Mas então o que os diferencia tio Igor? O segredo está nos detalhes, pequeno leitor.

E é exatamente nos detalhes do enredo de Suikoden II, onde brilha a sua estrela (ou as 108 estrelas, se preferir). Se em Vandal Hearts 2 temas como infanticídio e prostituição são abordados, em Suikoden II até mesmo estupro é apresentado (não em sua essência, mas né?), e inclusive isso é uma das razões para o antagonista Luca Blight ter a sua elevada parcela de loucura, já que é conhecido como “Mad Prince“, ou Príncipe Louco.

igorqueiroz_suikoden_2_02.29.02

Outro ponto importante é notar que mesmo tendo um personagem principal “mudo”, a trajetória do mesmo, e a relação de amizade retratada no jogo entre ele e Jowy, e como as nuances da guerra acabam influenciando nessa mesma amizade, é digna de aplausos. Inclusive, lembro que ao jogar Suikoden II, por muitas vezes fiz um paralelo entre a relação de amizade do personagem principal e Jowy Atreides, e Guts e Griffith do anime Berserk.

Em se tratando de jogabilidade, não temos muito o que dizer aqui, o jogo segue basicamente a fórmula consagrada dos JRPGs de batalhas por turnos, magias, itens e etc, mas fora algumas técnicas em grupo, formação de 6 personagens e alguns extras, o jogo não oferece nada de extraordinário, mas ao menos cumpre com o fator diversão.

igorqueiroz_suikoden_2_03.29.02

Na parte musical o jogo também não brilha, nos trazendo no máximo temas medianos e que não fixam na nossa memória (Eu mesmo recordo de poucas músicas do jogo), mas assim como a sua jogabilidade, não chega a decepcionar e cumpre o seu papel.

Como já dito, tanto os gráficos quanto os efeitos sonoros são de baixa qualidade, e podem com muita certeza afastar os jogadores mais imediatistas, mas não se deixem enganar, o jogo é um MUST PLAY!

Muitos consideram Suikoden III o melhor da franquia, mas eu particularmente tenho o segundo como o meu favorito. E se você estiver carente de um bom JRPG e tiver algum conhecido que possua Suikoden II, não meça forças para jogá-lo, vale cada hora da experiência.

igorqueiroz_suikoden_2_capa.29.02Curiosidade:

Suikoden II é hoje um dos jogos mais caros do PS One, tendo um preço de mais de U$ 70 dólares, chegando até aos incríveis U$ 150 dólares para versões ainda na caixa. Tudo isso porque o jogo teve um número limitado de cópias impressas, e não houveram reimpressões. Em 2005 a Konami lançou para PSP um pacote com o primeiro e o segundo jogo da série chamado Genso Suikoden I & II, porém esse jogo só existiu no Japão.

Posts relacionados:

  • Renato

    sério mesmo que vc acha a trilha sonora fraca? eu tenho as músicas grudadas na minha mente até hoje.

    • http://whosnerd.com Igor Queiroz

      Sim sim, se comparando a outro grandes jogos da época, Suikoden II tem uma trilha bem inferior. Não que seja horrível, mas é mediana. Mesmo assim, o conjunto da obra é melhor do que muitos jogos feitos até hoje.

      E claro, a música de apresentação de Suikoden II é linda, isso não posso negar. :D

  • http://www.facebook.com/people/Halley-Silva/100002065989008 Halley Silva

    Kra ainda não tinha visto esse seu post, só aquele do Vandal Hearts 2, mas em se tratando de Suikoden 2 só tenho elogios, em primeiro pela história, achei algo muito maduro, para gráficos simples para um PSX, em que a maioria dos games eram gráficos em 3D. Mas o ponto principal para mim e acho que para a maioria dos jogadores da série, é o fato de ter um numero grande de personagens e por inovar em sistemas de batalhas, evolução do castelo e itens…, normalmente RPGs tinha apenas um único sistema, mas em Suikoden tem se 3 sistemas de batalha. No Início achei um jogo simples mas com o decorrer do jogo fui gostando, em fim ele realmente me impressionou. A Konami bem que tentou com outros da jogos série mas acho que nenhum deles superou o Suikoden 2 no geral. Um jogo que lembra Suikoden é Romancing Saga 3 do SNES pela inovação de sistemas de batalha e estilo de jogo. outra série que acho que merecia uma postagem seria Langrisser, vlw até++

    • http://whosnerd.com Igor Queiroz

      Nunca tive a oportunidade de conhecer nenhuma das séries, apesar de já ter ouvido falar. Espero ainda ter vida até lá. :D

  • dishywilly

    Queimei minha tv tubão na época de tanto jogar esse game no psx, um dos melhores rpgs na minha opinião e vale mto a pena! A história é sensacional e muito emocionante, sem falar que o sistema de jogo tbm me agrada.