Lixão onde foram jogados cartuchos do E.T., agora é local histórico 2


4 Flares Facebook 0 Twitter 2 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- 4 Flares ×

igor_etlixao.09.01Para quem não sabe, a indústria de jogos eletrônicos norte americana passou por tempos negros no início da década de 80, quando jogos como E.T. e um port muito meia boca de Pac-Man se viram ser enterrados à sete palmos de terra. Tudo isso porque naquela época a indústria de jogos eletrônicos ia de vento em popa, e qualquer joguinho eletrônico vendia carvalhocentas cópias facilmente. Eis que acometidas pelo espírito de porco da ganância, empresas começaram a criar qualquer coisa pixelizada sem propósito algum além de faturar alguns Reagans (naquela época era ele que presidia os EUA, então…). Nem preciso dizer que tudo isso culminou em um desastre sem precedentes para a indústria de jogos.

Duas dessas criações merecem destaque pelo EPIC MASTER FAIL que foram em vendas e falta de qualidade. A primeira, que é considerada uma das piores criações da história dos jogos, se chama E.T., jogo baseado no filme homônimo. Ao contrário das críticas positivas do filme do tio Spielberg, o jogo da Atari teve exatamente o inverso. Pessimamente criticado, E.T. ainda assim conseguiu vender seus 1,5 milhões de cópias, muito mais por mérito do filme do que do jogo, diga-se de passagem. O problema é que a Atari apostou alto demais no jogo e mandou fabricar algo em torno de 5 milhões de cópias, gerando um prejuízo astronômico para a empresa.

O outro fracasso foi o tal port do Pac Man para Atari 2600, que apesar de ter vendido as absurdas 7 milhões de cópias em seu lançamento, logo teve que amargar o grande volume de devoluções e acabou se vendo com mais de 5 milhões de cópias empilhadas sem destinatários. Isso só não levou a Atari para fora da guerra dos consoles, porque ela teve que esperar lançar o Atari Jaguar para jogar a bandeira branca.

E tudo isso foi dito, apenas para dizer que o local onde os cartuchos do E.T. e do Pac Man foram jogados, agora é considerado um local histórico. O local no caso é um lixão em Alamogordo, cidade do estado norte-americano do Novo México.

[via Judão e Kotaku BR]