Mangás da Semana – Bleach 645 1


6 Flares Facebook 2 Twitter 3 Google+ 1 Pin It Share 0 Email -- 6 Flares ×

bleach 645 - 01

Seguindo a correria que está sendo retomar essa sessão sem ficarmos atrasados quanto aos capítulos semanais dos mangás One Piece e Bleach, e possíveis outros quando eu estiver com o tempo normalizado (um sonho), vamos ao capítulo Bleach 645 que dá continuidade ao encontro entre o Capitão Kyoraku e seu rival Lille Barro, o carinha do X no olho. Andiamo? Lembrando que em todos os posts da nossa sessão Mangás da Semana sempre HAVERÃO SPOILERS!

Bleach 645 – Don’t Chase a Shadow

Confesso que não lembro de outro momento onde o Capitão Kyoraku tenha lutado e tenha mostrado a técnica da sua Shikai, apesar de saber que já houve esse momento, eu simplesmente não lembro. Para quem está com a memória mais refrescada a respeito disso, talvez tenha sido mais fácil absorver as informações contidas nesse capítulo, mas ao menos pra mim tudo soou muito confuso e aleatório, bem como está meu sentimento em relação a obra do Kubo Tite, que ao meu ver está sempre alternando entre razoável e forçado, tendo essa última característica maior presença na narrativa do mangá nos últimos anos.

Segundo a própria observação do Quincy/Sternritter, Lille Barro, a habilidade da Zanpakutou do Capitão Kyoraku é de transformar brincadeiras de criança em realidade, seja lá o que isso significar na prática. Acontece que a brincadeira a qual o Kyoraky usou para chegar até o Quincy foi uma tal de Daruma-San, a qual de acordo com as regras, Lille Barro conhece como Chocolate Inglês(?!?), e consegue captar exatamente a essência da técnica usada nele mesmo. Bem, ao menos aparentemente, já que no final das contas o Tite usa uma daquelas suas conhecidas “mind blowing” novidades reveladoras que servem para quebrar, nem que seja um pouco, a confiança do adversário em suas certezas recém vomitadas.

bleach 645 - Lille Barro

Daí, pra piorar o lore de Bleach, ele adiciona mais uma informação a respeito de como você percebe o Reiatsu de alguém, que segundo ele é chamado de Reikakku, uma espécie de percepção através do sentido de visão e do seu subconsciente, que em casos de batalha, o subconsciente toma uma grande quantidade dessa percepção, e você deixa de enxergar com os olhos para se concentrar no percepção do Reiatsu inimigo. Ou pelo menos foi assim que consegui entender, por mais confuso que pareça.

No final das contas o Capitão Kyoraku aconselha ao Lille Barro que se lembre de quem ele está enfrentando, dando carteirada e exibindo o seu título de Capitão Comandante do Gotei 13. Logo em seguida parte para uma sequência de ataques que aparentemente parecem ser dessa vez percebidos pelo seu oponente, que por sua vez se vangloria de já ter um know-how aprofundado sobre a habilidade do shinigamideboas“, chegando até mesmo a ter perfurado (aparentemente) o pé do Capitão Kyoraku com sua “arminha” perfuradora de tudo. No final das contas, como de costume dos esquemas de reviravoltas do Kubo Tite, o que o Lille Barro achou que estava acertando não era exatamente o capitão, que por sua vez na verdade acaba por explicar que ele, assim como uma criança, muda de brincadeira sem anunciar e ao seu bel prazer. E é isso. Como estou lançando esse com quase QUATRO semanas de atraso, já vou dar início a sua sequência. Até lá (ou já já).

bleach 645 - kyoraku 02