Angra – Angels Cry 20th Anniversary


36 Flares Facebook 23 Twitter 12 Google+ 1 Pin It Share 0 Email -- 36 Flares ×

leonardo_pontes_angra_angels_cry_20th_anniversary_01.2014.02.03

Avaliação DVD Angra – Angels Cry 20th Anniversary

E aí pessoal tudo tranquilo? Meu nome é Leonardo e eu sou o mais novo membro do Who’s Nerd?. Me ofereci para falar um pouco sobre música, com quem tenho uma relação de parceria há muito tempo.
Para iniciar minha contribuição no Who’s Nerd?, vou falar a minha opinião sobre o DVD do Angra – Angels Cry 20th Anniversary em comemoração dos 20 anos de lançamento do Angels Cry. _|..|

Considero o show bastante completo, onde a banda apresenta grandes músicas de sua carreira. Desde que me inseri no ambiente do Metal, aprecio Rhapsody of Fire, Eyes of Shiva, Angra, Dr. Sin, Stratovarius, e tantas outras, e quando soube da participação do Fabio Lione no Angra não pude deixar de ficar ansioso; e não foi para menos, a performance dele foi invejável. Não somente a performance, mas a humildade, poder vocálico, presença de palco… enfim, ele mostrou que não é uma “estrela” no palco, ele realmente mostrou que só tem a somar no Angra; ficou visível que ele se importa com o público e com os fãs, e rapidamente construiu uma ligação com todos, banda e público.

leonardo_pontes_angra_angels_cry_20th_anniversary_02.2014.02.03O poder da voz do Fabio is over 9000; é uma voz que consegue se enquadrar em diversas ramificações do metal. Os agudos extremos à la André Matos não saíram como o esperado, porém, o que surpreendeu foi a dissonância apresentada pelo Fabio na hora dos agudos, o que ficou evidente na faixa Time, e deu o seu toque particular em dados momentos.

Falando um pouco do grande Rafael Bittencourt: já sabia que ele tinha um certo domínio do microfone, mas na faixa The Voice Commanding You ficou claro que ele poderia assumir os vocais da banda (o que poderia deixar a sua participação como guitarrista um pouco diferente). O Rafael conseguiu expressar a voz power e a voz aveludada sem problemas ao transitar de uma para outra.

O backing vocal, do Kiko Loureiro no final da mesma faixa foi de um desempenho inesperado, já que ele nunca foi de participar ativamente dos vocais, se mantendo sempre na amplitude média da segunda voz.
No momento acústico do show, Kiko e Rafael dividiram o palco, e o próprio Kiko falou de sua admiração por Rafael, tanto como guitarrista, quanto como compositor, onde Rafael tocou e cantou uma de suas criações, A Monster In Her Eyes.

leonardo_pontes_angra_angels_cry_20th_anniversary_03.2014.02.03Me surpreendi também com o vocal do Felipe Andreoli em Winds of Destination. Tal participação foi bem espontânea, onde ele mostrou a agressividade necessária para o trecho da música escolhido.
A Tarja Turunen fez uma participação incrível em Stand Away e Wuthering Heights, mostrando que ela é a grande valquíria do Metal.

Enfim, essa foi a minha primeira humilde participação.Espero poder contribuir em outras oportunidades, e em outros estilos musicais.

Abaixo a imagem do DVD do Angra – Angels Cry 20th Anniversary e na sequência alguns vídeos para se ter uma ideia do novo trabalho dos caras.

leonardo_pontes_angra_angels_cry_20th_anniversary_dvd.2014.02.06


Sobre Leonardo Pontes

Bacharel em Sistemas de Informação, pós-graduado em Gestão de Projetos, DBA SQL Server, futuro mestre em Informática Aplicada. Aficionado por música, que desde cedo foi uma grande companhia. Transição por bandas de Metal (melódico, power, progressivo, speed, etc.), Chorinho e Samba - eclético, hm? Praticante de artes marciais, onde encontrou o interesse por diversas culturas e mitologias. Curioso tecnológico, analisando as atuais e possíveis futuras tecnologias. "Memento Mori. Carpe Diem." ∴